Pera aí! Eu também posso ser palestrante?

07|02|2019

A resposta é sim! Para todo mundo que um dia teve curiosidade ou morre de vontade de compartilhar seu conteúdo com a galera, o palco do Roadsec (e muitos outros também) espera por você.

O Roadsec é um evento para um público misto de vários iniciantes e já profissionais da área de tecnologia, hacking e segurança, com um enorme e variado alcance, além de ser um ambiente bem amigável e receptivo a todos os conteúdos, então não perca a chance de subir no nosso palco. Você pode escolher uma edição ou viajar com a gente por várias cidades da nossa jornada! Nosso Call For Papers já está aberto!

Ao longo desses nossos 5 anos de estrada, muita gente teve uma nova experiência no Roadsec, aprendendo coisas novas. Sejam novos palestrantes iniciando suas carreiras ou sejam palestrantes já experientes, todos têm algo a compartilhar e é por isso que juntamos várias dicas dos nossos palestrantes e aspirantes para facilitar a sua palestra!

Então coloque uma música inspiradora pra tocar, abra seus slides e tome fôlego com a gente:



1 - Pera aí, mas como eu sei que tenho algum tema bacana para palestrar?

Essa é fácil! Você tem aquele seu TCC parado em algum lugar? Tem algum assunto que te fez quebrar a cabeça até descobrir como faz? Tem um caso engraçado, interessante e cheio de informação pra compartilhar? Então você já tem uma palestra!

Seja uma pesquisa aprofundada, um debate sobre um assunto relevante, uma nova lição aprendida, se o conteúdo que você tem te ajudou a aprender algo ou a pensar de uma nova forma, tudo o que te falta agora são alguns slides e uma plateia interessada!

Anderson Ramos, idealizador e palestrante do Roadsec com anos de experiência nos palcos, diz que "há muitos estilos diferentes de palestras, mesmo de palestras técnicas. Mas quem vai assistir em geral tá sempre em busca de uma experiência, que envolve aprendizado, ouvir opiniões, receber referências de como se aprofundar num assunto, ou mesmo se divertir um pouco. [...] O palestrante tem sempre um objetivo em mente, seja o prazer de compartilhar, se conectar com pessoas, inspirar pra ver acontecer coisas que não é possível fazer sozinho, ou mesmo se desafiar a estar preparado no dia".

Já a Divina Vitorino, nossa voluntária e novata na vida de palestras, diz que começou a palestrar imaginando que ela mesma estava sentada na plateia! Escolheu um tema que ela gostaria muito de ter aprendido com alguém e transformou em palestra. Defender um assunto pelo qual você possui paixão deixa tudo muito mais fluído e palestrar se transforma em diversão.



2 - Pera aí, mas quem vai querer assistir a minha palestra?

Lembre-se sempre que se o público está ali, é porque acharam o seu conteúdo interessante! Respire fundo e tenha confiança no seu conteúdo.

Dito isso, vamos esclarecer que entender o público é o passo número 1 para qualquer palestrante. Afinal de contas, não adianta nada estar super empolgado com um tema se o seu público não conseguir entender o que você está falando, não é? O Thauan Santos, também palestrante do Roadsec, conta - "Já dei uma gafe em fazer palestra técnica pra público leigo e o contrário também".

Então, como acertar essa conta? Para o João Goés, a dica é "sempre contextualizar o tema, nunca tirar o assunto do bolso, até pra nivelar o entendimento de quem assiste. Assim todo mundo vai entrar cada um com seu conhecimento e sair entendendo".

Prepare o seu conteúdo pensando em quem vai assistir! São iniciantes? Já são experientes? É um público que entende dados ou que precisa de exemplos mais claros?

"Minha maior dificuldade é entender que a palestra não é minha, mas do público. Mais difícil que entender teoricamente, é colocar em prática que o público dá o tom, não eu. Subir num palco é uma entrega total. Qualquer interferência do ego vai soar dissonante" diz Fernando Mercês, um palestrante experiente e já bem conhecido nos eventos de Tecnologia. Já durante a palestra, Ramon de Souza, da The Hack, gosta de envolver o público - "Interaja um tiquinho com eles. Perguntas como "Quem aqui já" ou "Quanto vocês acham que" costumam funcionar para mim e evitam que alguém na platéia caia dormindo".

Ah! E não se esqueça de abrir para perguntas no final, né? O ideal é ninguém sair da palestra com dúvidas. "Tem dois jeitos de fazer isso: caprichando no conteúdo em si, da palestra, ou diminuindo consideravelmente o tempo de palestra, na proporção de tempo palestra x perguntas" diz Goés.



3 - Pera aí, mas eu preciso ser um especialista no tema da palestra?

Sim e não. Calma, a gente explica… Ser um mestre naquilo que vai palestrar pode ajudar muito e é essencial se sua palestra será mais técnica ou para um público mais avançado com um interesse específico, mas não é a regra! "A palavra-chave é experiência. Dizer-se especialista vai depender de pessoa para pessoa. Mas a hora da palestra é um momento de trocar experiências... Até por isso é muito legal quando o público participa. O papel do palestrante é guiar essa conversa para que seja mais proveitosa para todos" comenta Cassius Puodzius, outro grande nome nos palcos.

Quando dei minha primeira palestra de engenharia social no Roadsec São Paulo 2018, não era (e nem sou) especialista no assunto mas contei minha experiência do começo ao fim, para que iniciantes como eu possam se munir de dicas e mais pessoas conheçam sobre o tema. Já para Gabriel Garcia, que começou a palestrar no Roadsec há 4 anos atrás, ser um especialista não só é importante, como ajuda a não gaguejar.

Nas palavras de um de nossos experientes palestrantes, Marcos Monteiro, "apoio arriscar e aprender com os próprios erros. Todos podem descobrir um novo talento. Todos os dias eu aprendo com quem tem menos experiência".



4 - Pera aí, mas como eu monto a minha palestra?

A verdade é que você precisa estar confortável com o seus próprios slides e conteúdo, mas a gente também juntou dicas pra você subir no palco com muito mais confiança:

"Não encha seu slide de informações, pois o público vai prestar mais atenção nele do que em você. Foque em números-chave, palavras-chave, use recursos visuais para focar no assunto que você está falando slide por slide em vez de derramar uma torrente de informações ao mesmo tempo" - Ramon de Souza.

"Fazer um roteiro só vai te deixar confuso, tira a naturalidade da palestra, e se você sair do script, já era" - Gabriel Garcia."Acho que a forma que o conteúdo é apresentado é tão importante quanto o conteúdo em si. Às vezes alguém pode conhecer demais de um assunto, mas o fato de não apresentá-lo de maneira inteligível faz com que essa troca com o público não ocorra" - Cassius Puodzius.

"Pense num título maneiro! Às vezes uma palestra super legal não é aprovada pois não tinha um bom título" - Felipe Prado.

"Preparo um ponto a ser defendido pois a palestra precisa ter uma mensagem, a meu ver. Seja uma 'lição aprendida' ou defesa de alguma ideia. Daí construo os slides, em sua maioria com imagens (aqui entram os memes), que conduzam a este ponto. Na palestra em si, apresento o problema e a ideia central que quero passar, contra-argumento e defendo o próprio ponto, antes de abrir pra discussão. A estrutura tem que ser flexível, afinal o público muda sempre. Este precisa levar algo pra casa, algo acionável, seja a quebra de uma ideia ou a absorção de uma nova. A balança é a audiência." - Fernando Mercês.

"Para controlar a ansiedade antes do palco, tente apresentar para amigos antes, numa mesa de bar, por exemplo" - Marina Rocha.

"Organizar um pouco sem engessar, mostrar pra pessoas que se importem, estar preparado pra alguns imprevistos, e pedir ajuda e conselhos pra quem é mais experiente e se importa. Pra quem tem dificuldades específicas tipo terror de palco, há formas de se lidar com isso ao mesmo tempo em que que se aprende o processo, com passos menos ousados (público menor, amigos na plateia, assuntos menos desafiadores). Eu acredito muito que todos os pequenos detalhes fazem diferença, com a prática a gente vai tornando eles mais naturais, do tamanho da fonte a tomar cuidado com certos vícios de linguagem, mas no começo é importante evitar apenas o mais comum de todos os erros que é ler slides (pra quem precisa de notas, presenter view sempre o melhor recurso)" - Anderson Ramos.

"Algo que vai fazer sua palestra diferir de todas as demais e ninguém esquecer nunca do que você falou: aplicar o conteúdo teórico do que você tá dizendo. Seja em demonstração ao vivo, prints de aplicações daquilo, vídeos de demo, apresentações paralelas, tanto faz, mas aplicar o conhecimento vai colocar sua palestra na mente da pessoa por muito tempo"- João Goés.



6 - Pera aí, eu acho que estou pronto! Onde eu me inscrevo?

Esse é o espírito! Assista várias palestras de temas que você gosta, observe seus ídolos e amigos no palco, monte slides bacanas e pegue dicas com pessoas mais experientes. Lembre-se sempre de ficar atento ao feedback do seu público e não tenha medo de submeter suas palestras mais de uma vez, se necessário. O importante é compartilhar o que você tem de melhor com o mundo (e aprender junto). Mal podemos esperar para receber a sua palestra :-)



Confira no nosso canal no YouTube diversas palestras apresentadas ao longo dos anos no Roadsec!