Ariana Monteiro

Feminista com formação em Artes Visuais e Ciências Sociais,transita entre o universo acadêmico e a cultura pop. Já trabalhou com produção de moda, exposições e desenvolvimento de softwares para o Governo do Estado de São Paulo. Atualmente integra a equipe de planejamento e tendências da BOX1824, onde conduziu a pesquisa Novas Dinâmicas Sociais da Mulher Brasileira. É pesquisadora do Departamento de Ciências Políticas da USP e do Centro de Estudos da Metrópole. 

painel: O futuro é feminino?

O futurismo vem ganhando notoriedade na área dos negócios como uma disciplina que busca tendências e reflete sobre cenários futuros de forma crítica e calcada em diferentes metodologias. Contudo, é importante considerar que cada futurista possui seu olhar autoral, o que faz com que nos perguntemos se características como o gênero, a etnia, raça, a classe social e outras características demográficas podem ter influência na maneira como o futuro é visualizado e posto em prática. 
O debate conta com a presença de quatro futuristas que tratarão sobre a importância e o diferencial de se ter mulheres trabalhando na área e por que a diversidade é essencial para se pensar o futuro. Para além do viés reflexivo, também abordaremos como é o trabalho de um futurista na prática, suas metodologias e focos.